Goverdo do Estado do Piauí

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Polícia descobre que morte do ex-vereador Emídio Reis teve 2 mandantes

A Polícia Civil do Piauí está investigando outro líder político na região de São Julião ( a 382 km de Teresina) por indícios no assassinato no ex-vereador Emídio Reis da Rocha, 51 anos. Além do vice-prefeito de São Julião, que está preso acusado de ser o mandante do crime, outro político da região, pode estar envolvido no homicídio.
Novos fatos foram descobertos quase nove meses da morte do ex-vereador. A polícia indiciou um mandante, mas de posse de novas investigações há possibilidade do assassinato ter dois mandantes.
Emídio Reis foi morto em fevereiro com dois tiros. A vítima foi enterrada viva. O corpo do ex-vereador foi encontrado no matagal próximo à  Pio IX, na região Sul do Piauí.
A Polícia Civil iniciou novas diligências a pedido do Ministério Público Estadual. O nome do político não foi divulgado para não comprometer as investigações. Novas prisões poderão ocorrer nos próximos dias. 
Continuam presos os cinco acusados de envolvimento na morte do ex-vereador de São Julião, Emídio Reis. O vice José Francimar Pereira, suspeito de ser o mandante; o suposto agenciador Joaquim Pereira Neto e os acusados de serem os executores: Antonio Sebastião de Sá, José Gildásio da Silva Brito e Válter Ricardo da Silva.
O Cidadeverde.com apurou também que outra pessoa de Alagoinha poderá ter participação no crime como intermediário. A Polícia convocará novos depoimentos para investigar o caso. 
 
 
Yala Sena

Cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário