Goverdo do Estado do Piauí

quarta-feira, 10 de maio de 2023

Governador Rafael Fonteles sanciona leis com mudanças nas polícias Militar e Civil do Piauí

O governador do Estado, Rafael Fonteles, sancionou as alterações da Lei de Organização Básica da Polícia Militar e na Lei Complementar da Polícia Civil do Piauí. As mudanças foram publicadas no Diário Oficial do Estado, na última sexta-feira (5).

Entre as principais modificações na Polícia Militar estão à criação de três novos Comandos Operacionais da PMPI, que serão divididos em ambiental, trânsito e aéreo, com nove companhias independentes. Serão criados quatro novos batalhões de Polícia Militar, na capital e interior, sendo eles o Batalhão de Choque, 29º BPM na zona Leste de Teresina, 30º BPM na cidade de Barras e o 31º BPM em Cocal da Estação.

“Importante à iniciativa do governador para corporação, pois traz uma maior organização da estrutura operacional, além da criação de novas vagas e cargos para oficiais e praças, a valorização da formação policial militar, a elevação e qualificação nos níveis de formação profissional e uma maior agilidade na ascensão profissional”, comentou a comandante-geral da PMPI, coronel Scheiwann Lopes.

A Lei Complementar da Polícia Civil também sofreu alterações com benefícios para instituição e policiais. De acordo com a legislação, serão concedidas gratificações por produtividade para delegados, agentes, escrivães e peritos das unidades com melhores índices de resolução de investigações, além da criação das funções de chefe de unidade de polícia, chefe de investigação e chefe de cartório.

“As gratificações por produtividade motivam ainda mais os servidores a cumprirem com determinação e rigor a sua função. É importante ressaltarmos o fortalecimento da instituição, uma vez que também foi criado o cargo de delegado-geral adjunto que nos auxiliará com a gestão da Polícia Civil, bem como a Corregedoria e a Academia de Polícia agora serão vinculadas a Delegacia Geral. O nosso objetivo é valorizar o trabalho dos policiais e melhorar cada vez mais os atendimentos nas delegacias e centrais de flagrantes”, concluiu Luccy Keiko, delegado-geral da Polícia Civil do Piauí.

Fonte: Governo do Estado do Piauí

Nenhum comentário:

Postar um comentário