Goverdo do Estado do Piauí

segunda-feira, 30 de janeiro de 2023

“Está tudo harmônico”, afirma Rafael Fonteles sobre eleição na Alepi

O governador Rafael Fonteles (PT) garantiu nesta segunda-feira (30) que não há racha na base aliada da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) entre PT e MDB, siglas que pleiteiam a presidência da Casa para os próximos quatro anos, em eleição que acontece na quarta-feira, 01 de fevereiro.

Em entrevista, Rafael Fonteles ressaltou que o presidente da Assembleia Legislativa não pode ser um representante do Governo dentro do Legislativo, mas, sim, um representante do próprio poder. Ele também citou a oposição, destacando que o acordo feito para à presidência também os contempla.

“Não estou sabendo de nenhuma disputa, então, não posso me manifestar. Está tudo harmônico entre os partidos da base, o PT, o MDB, o Solidariedade, incluindo a oposição, como tem que acontecer, pois o presidente é o presidente do Poder, não é um representante do governo, claro que é sempre bom que haja uma harmonia com o Executivo, pois a nossa base é majoritaria. Mas está tudo muito tranquilo e harmônico na eleição da Assembleia”, declarou.

Em dezembro, líderes do PT e MDB formaram um acordo para o deputado petista Franzé Silva (PT) assuma a presidência da Casa no primeiro biênio, nos anos de 2023 e 2024, e o deputado Severo Eulálio (MDB) assuma no segundo biênio, nos anos de 2025 e 2026.

O acordo já certo, no entanto, tem dado sinais de ruptura. Foi confirmado ao portal Cidade Verde que deputados petistas querem pleitear à presidência da Alepi também no segundo biênio. Os dois principais nomes colocados são do deputado Fàbio Novo e Flávio Nogueira Júnior.

Sobre a questão da eleição da em específico, Rafael Fonteles disse não ter conhecimento acerca de disputa na base e afirmou que a eleição acontecerá de forma tranquila para a base do governo.

“Nessa questão específica da eleição da Assembleia, pelo menos o que tenho escutado é de que há todo um entendimento e não devemos ter nenhuma desarmonia na nossa base aliada, o que me deixa muito feliz, pois é sinal que ao longo dos quatro anos teremos parlamentares que conhecem e respeitam a casa, sabem da independência que o legislativo tem em relação ao executivo, mas também sabem da harmonia que os poderes tem que ter entre si. Não tenho dúvida de que a eleição feita na Assembleia será feita na Assembleia pelos parlamentares será uma escolha boa com toda a casa, inclusive com a oposição”, disse.

As declarações do governador foram dadas durante entrevista em uma visita que fez nesta manhã no polo industrial. Em seguida ele também fará uma visita à sede da Fiepi.

Fonte: Paula Sampaio /Cidade Verde

Nenhum comentário:

Postar um comentário