sexta-feira, 2 de maio de 2014

Merlong chamará pessoalmente secretários para explicarem gastos

Até agora o deputado Merlong Solano (PT) não obteve resposta sobre o convite feito aos secretários de Administração, João Henrique Sousa; de Fazenda, Mário Lacerda; e Governo, Freitas Neto, para comparecerem à Assembleia e explicarem os elevados gastos da administração estadual com funcionalismo.

O convite foi feito no dia 23/03. Desde então, os próprios secretários, o governador Zé Filho (PMDB) e o ex-governador Wilson Martins (PSB) admitiram que o Estado opera no limite. 
Na próxima semana, Merlong entrará em contato pessoalmente com os gestores para firmar uma data da reunião. "Ainda não obtive uma resposta. Por isso, na próxima semana vou entrar em contato com os secretários para saber se a solicitação chegou até eles e marcar uma data", afirma.
Dados repassados pelo próprio governo ao parlamentar indicam que o governo chegou a 47,65% da sua receita em gastos com pessoal. O percentual extrapola o limite indicado pela Lei de Responsabilidade Fiscal, que é de 46%. 
Merlong quer saber que tipos de medidas o governo está adotando ou pretende adotar para sanar as contas.
Neste mês de maio, por força de lei, o governo deve encaminhar o balanço quadrimestral à Assembleia. Nessa oportunidade, um representante da administração costuma ir até a Casa explicar os números. Porém, isso ocorrerá independente da solicitação do deputado.

Leilane Nunes
leilanenunes@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário