Goverdo do Estado do Piauí

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Marcelo Castro diz que PMDB não indicará vice de Sílvio Mendes

O deputado federal e presidente estadual do PMDB, Marcelo Castro, assinalou hoje (28) que a probabilidade do partido indicar o vice numa chapa governista encabeçada pelo tucano Sílvio Mendes é "zero". Para o pmdbista, Zé Filho será o candidato "ou chova ou faça sol", mesmo sem apoio.
 
Circula a informação entre assessores ligados ao governador Wilson Martins (PSB) de que Sílvio Mendes é o candidato desejado pelo governador para a tarefa de concorrer ao Palácio de Karnak, contrariando os planos do PMDB, que trabalha o nome de Zé Filho.
O PMDB não quer perder a chance de concorrer, já que conta como certa a saída do governador do cargo para disputar o Senado. "Não é desmerecendo nem desconsiderando o PSDB nem Sílvio Mendes, que é um grande nome da política do Piauí. Mas falo isso porque no PMDB eu noto, principalmente na sua militância, uma cobrança muito grande para que tenha uma candidatura. Wilson saindo do governo, como nós contamos com toda certeza, o Zé Filho assume e será candidato ou chova ou faça sol. Nós queremos compor com o maior número de partidos possíveis. Se não for possível, vamos com as nossa próprias forças", declarou.
Nesse contexto, a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata a reeleição, poderá ter dois palanques no Piauí, já que está descartada uma hipótese de aliança com os petistas em nível estadual. Assim como Zé Filho, Wellington Dias já trabalha sua pré-candidatura. 
"Já há uma decisão nacional dentro do PMDB de respeitar as decisões estaduais desde que não sejam destoantes da aliança para a Presidência. Michel Temer provavelmente será candidato a vice de Dilma. Aqui vamos votar no Michel e na Dilma, como estamos fazendo desde 2002. Há o palanque do Zé Filho aqui no Piauí para governador e vai ser o mesmo palanque da Dilma. E vai ser de duas uma: ou a Dilma não vem aqui e não sobe em palanque nenhum ou vem e sobe no palanque do Zé Filho e do Wellington Dias", assegurou.
 
 
Leilane Nunes
Cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário