quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

WILSÃO detona: 'JVC é só promessa; PT não vestiu camisa'

'Aqui então é a única obra do JVC no estado', ironiza Wilsão em PicosNesta quarta-feira (18/12), o governador Wilson Martins (PSB) realizou visitas a obras do governo do Estado na cidade de Picos, 306 Km a Sudeste de Teresina. Na oportunidade, finalmente aceitou falar sobre Eleições 2014 e acenou, pela primeira vez, que linha política pode seguir no pleito do próximo ano.
Faltando menos de um ano da eleição, Wilsão disse em entrevista ao 180graus que pretende definir se vai se lançar candidato ao Senado ou permanecer no Governo do Estado somente no próximo dia 2 de janeiro. E ele avaliou a pesquisa BrVox, divulgada aqui pelo Maior Portal do Piauí e que lhe colocou com 70% de aprovação, como referência.
"Após o resultado da pesquisa BrVox, que mostra uma ótima aprovação do nosso governo, resolvi marcar reunião para o dia 2 de janeiro de 2014, afim de me definir", afirmou. Se por um lado, a pesquisa vai servir como base para o futuro, por outro Wilsão já tem definido a linha política em relação a quem são os aliados dele.

DETONOU JVC
Questionado sobre a postura do senador João Vicente Claudino (PTB), que tem aparecido frequentemente ao lado do senador Wellington Dias (PT) e foi a primeiro a se anunciar como 'de oposição' à sua administração, Wilsão aproveitou uma das obras visitadas para ironizar o senador petebista, que, caso saia como candidato ao Senado, será seu adversário em 2014. "Pelo menos aqui existe uma obra com participação do João Vicente", comentou, ao dizer que o senador não tem muitas obras pelo estado. A declaração ocorreu durante a visita à obra do mercado público de Picos, que conta com emenda do senador JVC. "Praticamente não existe obra com participação dele em todo estado. Ele é só promessa", detonou o governador.

'Aqui então é a única obra do JVC no estado', ironiza Wilsão em Picos

DETONOU TAMBÉM O PT
Na mesma cidade de Picos, em agosto deste ano, Wilsão havia dito que W. Dias e ele continuam amigos. Mas parece que não são mais tão amigos assim. Desta vez ele admitiu que o relacionamento com o partido de W. Dias não é dos melhores. "O PT não vestiu a camisa, é por isso que agora, quem não defende a nossa linha de governo está saindo", ressaltou falando, especialmente, sobre os cargos dos petistas no governo, que devem ficar à disposição. Wilsão deixou bem claro que, quem não seguir com ele até ele sair do mandato, seja em abril (caso seja candidato) ou dezembro, vai ter que entregar os cargos. Recado direto para o PTB e o PT, que se mostra unidos numa chapa para 2014, contra Wilsão e quem quiser entrar na disputa.

Wilsão conversa com Rubem Martins no aeroporto de PicosWilsão conversa com Rubem Martins no aeroporto de Picos

JÁ COM O PSDB, CADA VEZ MAIS PRÓXIMOS
Sobre o PSDB, Wilsão disse que há um alinhamento entre PSB e PSDB neste momento. Alinhamento esse que ele exige de quem quiser fazer parte do governo. "Temos um plano de governo que vai até 2050, ou seja, que me suceder terá uma cartilha para seguir e continuar levando o Piauí para bons rumos, que o povo tem aprovado, conforme resultado da pesquisa", comenta Wilson Martins que, por enquanto, acena caminho livre para o relacionamento com o PSDB de Silvio Mendes.

Wilsão joinha 2.JPG
Fonte:180graus

Nenhum comentário:

Postar um comentário