EBENET

EBENET
A sua melhor conexão

MP MOTO PEÇAS

MP MOTO PEÇAS

Dr.Batista

Dr.Batista

SALÃO 5 ESTRELAS

SALÃO 5 ESTRELAS

ÓPTICA LUZ

ÓPTICA LUZ
a luz dos seus olhos

terça-feira, 3 de março de 2015

No Piauí, professor da rede estadual passa a ganhar R$ 2.221,75

No Piauí, professor da rede estadual passa a ganhar R$ 2.221,75Os deputados aprovaram o projeto de lei que reajusta em 13,01% a remuneração dos professores estaduais do Piauí, aumentando o piso salarial da categoria para R$ 2.221,75. A decisão foi apreciada com unanimidade nesta terça-feira (3) pelas comissões de Fiscalização e Controle, Finanças e Tributação e de Constituição e Justiça durante sessão na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi).
A reunião foi presidida pelos representantes das comissões, deputados Robert Rios (PDT) e Liziê Coelho (PTB). Em seu parecer, Robert Rios disse que o aumento será retroativo a janeiro último e beneficiará os professores aposentados e pensionistas. O primeiro salário está previsto para ser pago no dia 13 de março.
“De acordo com o projeto de lei, os docentes contratados temporariamente e os ocupantes de cargos comissionados na área da educação não serão beneficiados pelo reajuste, que obedece decreto da presidente Dilma Rousseff, no qual elevou o valor do piso nacional pago aos membros do magistério”, frisou.
Com a aprovação do projeto, professores nível I da classe A e com jornada de trabalho de 40h passam a ganhar acima do piso nacional, que é de R$ 1.917,78. Já o professor com a mesma carga horário e em final de carreira vai receber R$ 4.975,92. A decisão segue para sanção do governador Wellington Dias e, por último, será publicado no Diário Oficial do Estado.
De acordo com o líder do governo no parlamento, deputado Fábio Novo (PT), o impacto mensal do reajuste será de R$ 10 milhões. Segundo ele, o estado também vai pagar os professores em caráter retroativo, referente aos meses de janeiro e fevereiro deste ano, e, para tanto, já tem assegurados R$ 20 milhões.
Ainda segundo o deputado, o estado já elaborou uma folha de pagamento suplementar para efetuar o pagamento do retroativo. “A matéria foi aprovada com agilidade, reconhecendo a importância dessa categoria para o nosso estado”, finalizou Novo.


Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário