EBENET

EBENET
A sua melhor conexão

MP MOTO PEÇAS

MP MOTO PEÇAS

Dr.Batista

Dr.Batista

SALÃO 5 ESTRELAS

SALÃO 5 ESTRELAS

ÓPTICA LUZ

ÓPTICA LUZ
a luz dos seus olhos

domingo, 29 de março de 2015

Ex-presidiário atira contra assistente social e depois dispara contra si

Ex-presidiário atira contra assistente social e depois dispara contra siUm ex-presidiário entrou em uma residência por volta das 9h deste sábado (28), atirou contra a dona da casa e em seguida teria atirado contra si, segundo a Polícia Militar. O crime aconteceu na cidade de Parnaíba, Litoral do Piauí. De acordo com o tenente José Armando, a mulher foi atingida no abdômen, mas conseguiu correr e pedir socorro. Já o suspeito foi encontrado morto pelos policiais com um tiro na cabeça.
Conforme a polícia, o ex-presidiário conheceu a dona da residência – que é assistente social – quando cumpria pena na Penitenciária Mista Juiz Fontes Ibiapina. A mulher relatou aos policiais que ele entrou na casa para oferecer-lhe um livro e pediu R$ 50. Após dar o dinheiro, ela pediu que ele se retirasse e que não a procurasse mais, fato que teria o deixado irritado.
Instituto Médico Legal fez a remoção do corpo do ex-presidiário (Foto: Daniel Santos/Proparnaiba)
Instituto Médico Legal fez a remoção do corpo do
ex-presidiário (Foto: Daniel Santos/Proparnaiba)
“Ela relatou que já o havia ajudado outras vezes, mas dessa vez pediu que ele não procurasse mais ela. Foi nesse momento que ele sacou a arma e disparou. A vítima conseguiu subir a escada e se trancar em um quarto onde ligou para o marido e pediu que avisasse a polícia. Ela conta que ouviu outro disparo após isso e quando chegamos o encontramos caído um tiro na cabeça”, relatou o tenente.
Além da proprietária da residência, havia outra senhora na casa fazendo faxina, mas ao ouvir o primeiro tiro a mulher se trancou em um dos banheiros.
“A Polícia Civil isolou toda a área para fazer uma perícia. Preliminarmente foram encontradas três capsulas, duas delas deflagradas”, disse ainda o policial.
A dona da residência foi levada ao Hospital Regional Dirceu Arcoverde, mas deverá ser transferida para Teresina, mas não corre risco de morte.
O homem havia cumprido pena por homicídio. Segundo a polícia, ele foi acusado de assassinar uma professora que era sua namorada e logo após jogar o corpo da moça em um poço. O crime aconteceu em 2007. No ano passado conseguiu a liberdade provisória e atualmente era tecladista no coral de uma igreja evangélica.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário