domingo, 18 de dezembro de 2022

Argentina derrota a França nos pênaltis e conquista o tricampeonato na Copa do Mundo do Qatar

É TRI! O dia 18 de dezembro de 2022 está marcado na história do futebol hermano. Neste domingo (18), a Argentina derrotou o França na final da Copa do Mundo e conquistou o tricampeonato mundial. Após abrir 2 a 0 no primeiro tempo, os franceses empataram no segundo tempo. Depois de mais um gol para cada lado na prorrogação, os sul-americanos venceram nos pênaltis, por 4 a 2.

Com a conquista da Argentina, a América do Sul chega ao décimo título de Copa do Mundo. Enquanto isso, a Europa segue com 12. Além disso, os argentinos quebram uma escrita que durava quatro Mundiais. Desde 2002, quando o Brasil venceu no Japão/Coreia do Sul, os europeus faturavam o torneio: Itália (2006), Espanha (2010), Alemanha (2014) e França (2018). 20 anos depois, a taça volta para mãos sul-americanas.

O primeiro tempo contou com amplo domínio da Argentina. Logo aos 23 minutos, Lionel Messi converteu o pênalti cometido por Dembelé em Di María (Argentina 1, França 0). Logo na sequência, os argentinos seguiram pressionando os franceses e ampliaram o placar. Em contra-ataque aos 36′, Mac Allister passou para o mesmo Di María tocar na saída do goleiro Llorris e fazer mais um (Argentina 2, França 0).. Assim, a França foi desnorteada para o intervalo, enquanto os sul-americanos estavam felizes da vida. No entanto, o jogo mudou.

Na segunda etapa, a França ‘acordou’ para a final. O país europeu começou a correr atrás do placar. Depois das alterações de Didier Deschamps, os franceses chegaram ao empate de forma relâmpago. Aos 35′, Otamendi puxa Muani, e Mbappé converteu (Argentina 2, França 1). No lance seguinte, o mesmo Mbappé balançou as redes e empatou o jogo (Argentina 2, França 2). Depois disso, a partida foi para prorrogação.

No tempo a mais, os dois times atuaram com a tensão nas alturas. Enquanto Lionel Messi fez para os argentinos aos 108′, Mbappé marcou aos 118′, novamente de pênalti. Então, nas penalidades, a Argentina contou com a perfeição de Messi, Dybala, Paredes e Montiel e com os erros de Coman e Tchoumani (Mbappé e Muani fizeram) para ser tricampeã mundial.

Foto: Divulgação / FIFA
Fonte: Coluna do Fla

Nenhum comentário:

Postar um comentário