quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Ambulância pega fogo em hospital do PI e moradores suspeitam de crime

Ambulância pega fogo em hospital do PI e moradores suspeitam de crimeUm possível incidente assustou pacientes e funcionários do Hospital Marcolino Barbosa Ribeiro, em São Pedro do Piauí, localizado a 107 Km de Teresina. Uma ambulância que estava estacionada no pátio da unidade de saúde pegou fogo por volta das 19h dessa segunda-feira (11).
Incêndio destruiu ambulância estacionada em pátio de hospital (Foto: Misael Lima / Portal MPiauí)Fogo foi controlado por moradores e ambulância
ficou destruída (Foto: Misael Lima / Portal MPiauí)
Segundo a secretária de saúde da cidade, Rosângela Pessoa, o veículo adquirido em 2006 estava parado há dois dias no hospital, mas não por problemas mecânicos. “Temos três ambulâncias novas e por comodidade estávamos utilizando elas para atender a demanda da região. Não sabemos o que pode ter provocando o incêndio, mas durante a tarde choveu muito”, declarou.
Veículo adquirido em 2006 estava há dois dias sem uso (Foto: Misael Lima / Portal MPiauí)Veículo adquirido em 2006 estava há dois dias
sem uso (Foto: Misael Lima / Portal MPiauí)
Ainda de acordo com Rosângela Pessoa, no momento do incidente motoristas e zeladores do hospital correram na tentativa de controlar o incêndio, que logo ganhou grandes proporções ao atingir o motor do veículo. Enquanto isso, outros servidores desligaram a rede elétrica para evitar maiores prejuízos.
Chamas tomaram grande proporção após atingir moto da ambulância (Foto: Misael Lima / Portal MPiauí)Chamas tomaram grande proporção após atingir
motor do veículo (Foto: Misael Lima / Portal MPiauí)
“Às chamas só foram controladas após os moradores jogarem baldes com água na ambulância. Infelizmente, neste momento o veículo já estava todo destruído. As polícias de São Pedro e Água Branca foram acionadas e o caso será investigado”, destacou a secretária.
O veículo foi encaminhado para Água Branca, onde aguarda perícia para saber o que pode ter provocado o incêndio. Moradores que não quiseram se identificar acreditam na possibilidade de incêndio criminoso, pois o veículo estava parado no hospital. Eles também denunciaram ao G1 que os extintores do hospital estavam vencidos e por isso não foram utilizados para controlar às chamas.
O G1 conversou com o prefeito da cidade, Raimundo Ferreira, que não quis dar detalhes do ocorrido e não respondeu às possíveis denúncias. Já a secretária de saúde disse aguardar o laudo técnico e não confirmou os problemas nos extintores.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário