EBENET

EBENET
A sua melhor conexão

MP MOTO PEÇAS

MP MOTO PEÇAS

Dr.Batista

Dr.Batista

SALÃO 5 ESTRELAS

SALÃO 5 ESTRELAS

ÓPTICA LUZ

ÓPTICA LUZ
a luz dos seus olhos

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Policiais Militares ocupam presidência da Alepi e ameaçam paralisação geral no Piauí

Policiais Militares ocupam presidência da Alepi e ameaçam paralisação geral no PiauíCerca de 250 policiais militares ocuparam o prédio da Assembleia Legislativa do Estado durante manifestação realizada na manhã desta segunda-feira (10). A intenção dos manifestantes é conseguir o apoio dos parlamentares da Casa para que assim o governador Wellington Dias (PT) possa ser pressionado a fazer o pagamento da 4ª e última parcela do reajuste salarial da categoria.
Associação garante que a PM pode paralisar. Foto: Izabella Pimentel/ O Olho
“Nada que o governador venha argumentar pode justificar a não implementação do reajuste. O acordo foi firmado em 2011, por meio de uma lei estadual, e desde então estava sendo cumprido pelos outros governos”, argumentou Marcioneide Barbosa, presidente da Associação Beneficente dos Policiais Militares Ativos e Inativos do Piauí. Para ela, não há motivos para atrasos nos pagamentos.
Marcioneide garante, ainda, que caso não haja um diálogo imediato com o governo, a Polícia Militar vai realizar greve geral em todo Estado. “A tropa está insatisfeita. Se a governador não atender nossa reinvindicação nós vamos parar”, ameaça.
Os policiais conseguiram uma audiência com o presidente da Casa, o deputado estadual Themístocles Filho (PMDB), e estão reunidos com os demais deputados estaduais para debaterem o assunto. Segundo os manifestantes, a deflagração da greve depende do resultado da reunião.
Junto com os manifestantes está o vereador de Teresina, sargento R. Silva (PP). O parlamentar acusa do governador Wellington Dias de estar descumprindo uma lei estadual. “Estamos aqui na Assembleia pois foi aqui que a lei que garante o pagamento do aumento salarial do deputados foi aprovada e não aceitamos que o executivo estadual descumpra o acordo”, disse.
Vereador R. Silva diz que Wellington Dias está descumprindo lei estadual. Foto: Izabella Pimentel/ O Olho

BOMBEIROS PEDEM CONVOCAÇÃO
Outra categoria que também apoia a manifestação dos PM’s é os Bombeiros. Cerca de 236, que foram aprovados e classificados no último concurso realizado no anos de 2014, reivindicam a convocação.
“Só este ano já convocaram 430 PM’s, 228 policiais civis e 700 professores, mas até agora, nenhum Bombeiro foi convocado porque o governador alega que não quer extrapolar a Lei de Responsabilidade Fiscal”, diz Pedro Oliveira.
Aprovados cobram covocação. Foto: Izabella Pimentel/O Olho
Atualmente, cerca de 312 homens compõem o efetivo em todo o Piauí, destes, 52 deverão se aposentar ainda este ano. Se comparado com os demais estados da federação, o Piauí possui o menor efetivo em atividade.

Fonte: O Olho

Nenhum comentário:

Postar um comentário