EBENET

EBENET
A sua melhor conexão

MP MOTO PEÇAS

MP MOTO PEÇAS

Dr.Batista

Dr.Batista

SALÃO 5 ESTRELAS

SALÃO 5 ESTRELAS

ÓPTICA LUZ

ÓPTICA LUZ
a luz dos seus olhos

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Imepi fiscaliza mais de 2 mil postos e encontra irregularidade em bombas

Imepi fiscaliza mais de 2 mil postos e encontra irregularidade em bombasO Instituto de Metrologia do Piauí (Imepi) divulgou nesta quarta-feira (6) que está realizando operação nos postos de combustível de todo o Estado. Ao todo, foram, até o momento, 2.046 instrumentos verificados entre bombas, bicos e mangueiras e constatada irregularidade em 152 bombas. Atualmente, a operação está em Teresina e fiscaliza o equipamento utilizados nestes estabelecimentos e a quantidade de combustível que é colocada nos veículos. 

O diretor do Imepi, Danilo Araújo, ressaltou a importância do trabalho. “Todos os postos do estado estão sendo fiscalizados. Foram encontradas irregulares no interior e em Teresina. Isso acarreta riscos à população não só pela questão financeira, mas também porque uma mangueira furada, por exemplo, pode causar incêndio”, descreve. Segundo o gestor, os proprietários dos postos estão sendo autuados e multados. 
A fiscal do Imepi, Jeosene Rabelo, informa que entre os procedimentos realizados estão a aferição da vazão a bomba, os lacres deste aparelho, o tamanho da mangueira que não pode ser superior a cinco metros, eliminadores de ar, entre outros. “Encontramos muitas irregularidades na segurança, vazão de líquidos e lacres, além de medições abaixo do tolerado”, explicou. 
Os consumidores também podem acionar o Imepi através da ouvidoria do órgão, pelo telefone 0800 281 1411.
Mães
Um outro foco do Imepi está sendo nos produtos têxteis voltados para o público feminino, cuja venda aumenta com as proximidades do Dia das Mães. “Estando coletando amostras no mercado e verificando se a peça está com as fibras do tecido corretamente indicadas na etiqueta. Há pessoas que são alérgicas e não podem usar poliéster, por exemplo. Encontramos uma amostra já que possui fibras que não estão indicadas”, ressalta. A amostra será encaminhada para testes no estado do Paraná e toda a cadeia – desde o fabricante até o vendedor – pode ser multada, caso seja constatado o problema. 


Carlos Lustosa Filho
carloslustosa@cidadeverde.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário