sexta-feira, 13 de junho de 2014

Marcolândia-PI,Palestra esclarece mulheres sobre câncer de mama



Na tarde desta sexta-feira 13/06/2014foi realizada no auditório da U.E.Mariano da Silva Neto ,uma palestra sobre o tema câncer de mama,promovido pela prefeitura municipal de Marcolândia-PI juntamente com a secretaria de saúde.


A enfermeira Vera  proferiu a  palestra  abordando o tema "Câncer de Mama: quem tem e quem pode ter".

A abertura da palestra foi feita pela enfermeira Vera , que agradeceu a presença de todos.

A enfermeira, falou de forma direta, ressaltando que é preciso desmistificar o significado da palavra câncer e trabalhar esse tema de forma mais simples e esclarecedora, afastando o temor que normalmente a palavra causa e entendendo que hoje a cura da doença já é possível em muitos casos.

Segundo a enfermeira Vera, é necessário saber viver bem todos os ciclos da vida, buscando nas coisas mais simples o estímulo que leve a uma existência saudável e procurando afastar do cotidiano os males da sociedade atual, como o stress e o estímulo precoce da sexualidade, que de alguma forma interferem tanto no sistema físico como no emocional, podendo levar ao aparecimento de várias complicações que afetam a qualidade de vida.

O importante é viver bem. Se chegamos na velhice é porque estamos podendo atravessar todos os ciclos da vida e isso é uma dádiva de Deus. Então que a velhice venha com muito prazer, afirmou a enfermeira, que respondeu de forma esclarecedora os questionamentos das  mulheres presentes ao evento, abordando temas como hormônio, desenvolvimento celular, ciclo menstrual, climatério e as relações afetivas.

Questionado sobre o que fazer para evitar ou prevenir o câncer, a enfermeira afirmou que é fundamental seguir três orientações básicas. A primeira diz respeito a alimentação. Devemos comer de tudo um pouco, claro que com as devidas restrições impostas por algum problema de saúde como o diabetes e a hipertensão, mas devemos ter uma alimentação balanceada. Comer com consciência procurando buscar na alimentação o zinco, o magnésio e as vitaminas. O importante é comer pouco e bem, disse.

As outras duas recomendações são o exercício físico, de preferência a caminhada e a harmonia no trato com as relações sociais e familiares. É inerente a pessoa se aceitar e aceitar as outras pessoas como elas são, finalizou.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), em 2012 foram registrados 518,5 mil casos novos de câncer no Brasil, englobando todos os tipos. O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais comum entre as mulheres, com número estimado de 52.680 casos novos por ano, ficando atrás apenas do câncer de pele. Mas é a principal causa de morte por câncer entre as mulheres - há cerca de 12 mil por ano em nosso país. No mundo todo, ocorrem 1,3 milhão de novos casos e 458 mil mortes por câncer de mama por ano, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

No entanto, é possível reverter esse quadro.

Quando o tumor é detectado em seu estágio inicial, a possibilidade de cura é de mais de 90%", por isso é fundamental realizar exames periódicos para que seja possível esse diagnóstico precoce, pois o sucesso do tratamento do câncer de mama está diretamente relacionado a isso.

As formas mais eficazes para se detectar precocemente o câncer de mama são o exame clínico e, principalmente, a mamografia, que é capaz de detectar tumores bem pequenos (menos de um centímetro) – o que aumenta muito a chance de cura.

Os exames periódicos também são muito importantes porque o câncer de mama em estágio inicial não apresenta sintomas - eles só aparecem na fase mais avançada da doença, quando o tratamento se torna mais complicado.

Um tumor de mama grande é muito mais difícil de ser tratado, e apresenta menor resposta ao tratamento e também menor sobrevida..


O caroço no seio – o nódulo – não é o único sintoma. A mulher também deve ficar atenta a outros sinais, como vermelhidão na pele, alterações no formato dos mamilos e das mamas, nódulos na axila, secreção escura saindo pelo mamilo e pele enrugada. Na presença de qualquer um desses sinais, o mais indicado é procurar um médico especializado que faça os exames para confirmar ou não a doença.

Matéria e Fotos:Chagas Fotografias

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário