EBENET

EBENET
A sua melhor conexão

MP MOTO PEÇAS

MP MOTO PEÇAS

Dr.Batista

Dr.Batista

SALÃO 5 ESTRELAS

SALÃO 5 ESTRELAS

ÓPTICA LUZ

ÓPTICA LUZ
a luz dos seus olhos

sábado, 13 de dezembro de 2014

Membro de facção criminosa e mais 14 detentos fogem pulando o muro de Casa de Custódia do Piauí

Membro de facção criminosa e mais 14 detentos fogem pulando o muro de Casa de Custódia do PiauíA secretaria de Justiça do Piauí confirmou que 15 presos conseguiram fugira da Casa de Custódia. A fuga teria acontecido na manhã desta quinta-feira (11) após os internos pularem o muro da unidade prisional que fica localizada às margens da BR-316, na zona Sul de Teresina.
De acordo com a direção do presídio, os fugitivos estavam presos no pavilhão H da Casa de Custódia, único espaço em que as paredes ainda não possuem paredes com chapas de aço. Neste pavilhão, as paredes ainda são de alvenaria e isso pode ter ajudado os presos a furarem a parede e escaparem pulando os muros da Casa de Custódia.
A fuga dos internos não foi percebida pelos agentes que fazem a segurança, que só descobriram o feito, após vizinhos da unidade prisional irem até a porta do presídio contar sobre a fuga.
Segundo a polícia, quatro dos 15 internos já foram recapturados, os demais conseguiram fugir correndo a pé, outros já tinha veículos esperando e alguns ainda conseguiram tomar de assalto uma motocicleta e um veículo, de pessoas que passavam pelo local no momento da fuga.
Segundo o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), dentre os fugitivos está um preso identificado como Pedro Roberto, mais conhecido como “Filé”. “Esse é uym integrante do Primeiro Comando da Capital, o PCC, facção criminosa de São Paulo e que tem ramificações por todo o país. Esse indivíduo é de alta periculosidade e já teria sido sentenciado a mais de 60 anos de prisão”, informou Kleiton Holanda, diretor do Sindicato.
Na época da prisão, ‘Filé’ foi apontado com o maior fornecedor de drogas para o Piauí. Ele foi preso em novembro de 2010, durante a Operação Alcalóide, que efetuou a prisão dele no estado de São Paulo. O suspeito chegou a ficar 40 dias presos na Casa de Custódia, mas depois foi encaminhado para a sede do Gate da Polícia Militar, onde passou mais de 250 dias. Na ocasião, pediu o retorno de Filé para Casa de Custódia, alegando que o cliente corria o risco de ‘ficar louco’, já que estava isolado e não convivia com outros presos.
A Polícia Militar continua realizando buscas na região e por toda a capital, para tentar recapturar os presos que fugiram.
Fonte: Portal Club Sat

Nenhum comentário:

Postar um comentário