EBENET

EBENET
A sua melhor conexão

MP MOTO PEÇAS

MP MOTO PEÇAS

Dr.Batista

Dr.Batista

SALÃO 5 ESTRELAS

SALÃO 5 ESTRELAS

ÓPTICA LUZ

ÓPTICA LUZ
a luz dos seus olhos

terça-feira, 5 de janeiro de 2021

W.Dias afirma que não hesitará em decretar lockdown, caso necessário

O governador Wellington Dias (PT) afirmou nesta terça-feira (5), em entrevista ao Meionorte.com, que não hesitará em adotar o lockdown no Piauí para salvar vidas. No momento a prioridade é a vacina contra a Covid-19.

O governador Wellington Dias se reuniu com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia; com o Comitê Científico de Combate ao Coronavírus do Nordeste, além de governadores e outros líderes para tratar sobre a elaboração de um cronograma para o processo de vacinação no Brasil, que acredita que já deveria ter sido divulgado pelo Ministério da Saúde, com quem vai se reunir, nesta tarde de terça-feira (05) por videoconferência.

No encontro foi tratando ainda sobre o último boletim divulgado pelo comitê, alertando o Brasil sobre os riscos após as aglomerações provocadas pelas eleições e festividades de fim de ano, o que aponta uma perspectiva de crescimento no número de pessoas infectadas com a Covid-19, além da preocupação quanto à confirmação do coronavírus com mutação no Brasil.

Wellington também se reunirá, na próxima segunda-feira (11), com representantes do Congresso Nacional, Supremo Tribunal Federal (STF), dos laboratórios Fiocruz e Butantan, dos municípios e do comitê científico para uma nova conversa com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Wellington Dias afirmou que precisou falar com a Embaixada de Índia para a liberação de vendas da vacina contra Covid-19 para o Brasil. "Teremos uma reunião hoje (5) à tarde com a secretário nacional dessa área de imunização e com a coordenadora nacional dessa área de imunização onde trataremos sobre qual será o cronograma possível de vacinação. Tivemos a notícia de que sexta-feira (1°), foi firmado um acordo com a Índia, depois tinha uma notícia de que tinha sido proibida a exportação de vacina, e ontem (4) trabalhamos com a embaxada da Índia e hoje volta o compromisso da entrega de vacinas da Serum Institute que é parceira da AstraZeneca, isso permite o Brasil, de até o dia 20 de janeiro, abrir processo de vacinação junto com 10,8 milhões de doses do Butantan com perspectivas de mais 9 milhões ainda em janeiro", articulou o chefe do executivo.

Segundo ele, antes o Piauí tinha 544 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) disponíveis e agora 320 leitos para Covid-19 porque foi necessário para o atendimento de pacientes de outras enfermidades e que precisavam ser submetidos a cirurgias.

"Infelizmente é preciso reconhecer que o Brasil está muito atrasado em relação a outros países na estratégia das vacinas. O Brasil é um dos países Latinos Americanos que mais construiu uma estrutura nessa área de vacina, e agora, estamos assim numa situação de desorganização, é como se fosse dIsputas, ilhas e o resultado disso é que viramos o ano sem um cronograma de vacinação. Estamos organizando para segunda-feira (11), uma agenda, para que possamos junto com - Ministérios da Sáude, Câmara, Fiocruz, Butantan-, juntamente com a Anvisa, para que possamos de uma vez por todas, impor um tratamento adequado para uma situação de calmidade de urgência. Já temos 10,8 milhões de doses no Brasil de vacinas e a perspectiva é de chegar agora em janeiro mais doses da vacina pronta", disse o governador.

Wellington Dias informou que determinou o aumento de mais 80 leitos de UTI para atendimento de pacientes com Covid-19 no Piauí.


Fonte: Meio Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário