EBENET

EBENET
A sua melhor conexão

MP MOTO PEÇAS

MP MOTO PEÇAS

Dr.Batista

Dr.Batista

SALÃO 5 ESTRELAS

SALÃO 5 ESTRELAS

ÓPTICA LUZ

ÓPTICA LUZ
a luz dos seus olhos

sábado, 24 de março de 2018

Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Marcolândia-PI, realiza reunião sobre INSS Digital


Na tarde deste sábado, 24, a Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Marcolândia, Jacirlene Lopes juntamente com o Presidente da Associação dos Pequenos Produtores Agricultores e Criadores do município de Marcolândia “APPACRIMA” , Welton Santos, o assessor jurídico do sindicato, Filippy Jordan Viana Lima, Junior de Vanete tesoreiro do sindicato e a vice-prefeita Vanete Rodrigues,  participaram de uma importante reunião na sede da associação da comunidade Morada Nova na U.E. Jeremias José Rodrigues,
no sertão, para avaliar a implantação do INSS Digital.
Nesta reunião foram discutidos pontos estratégicos para o pleno funcionamento do serviço, e foram pautadas as dificuldades e desafios a serem superados.
A iniciativa do sindicato, visa esclarecer dúvidas de trabalhadores e trabalhadoras rurais acerca das mudanças no INSS Digital e das novas regras para a comprovação de atividade rural, com o objetivo de melhorar o atendimento dos STR’s aos trabalhadores e trabalhadoras rurais.
Várias pessoas participam da primeira reunião onde a sede da associação ficou lotada para ouvirem e tirarem suas dúvidas com o advogado Filippy Jordan, que destacou a importância da iniciativa para o fortalecimento da categoria.
Durante a reunião, a presidente do sindicato, Jacirlene Lopes, dialoga junto ao assessor jurídico , Filippy sobre as características do INSS Digital, sua aplicabilidade nos Sindicatos e os desafios para sua implantação.
Para a presidente Jacirlene, o debate sobre as mudanças do INSS propõe um reflexão sobre o papel dos Sindicatos, que precisam estar alertas e unidos. “Estamos reunidos para discutir essas mudanças, saber as vantagens e desvantagens. Precisamos saber o que o governo quer com isto, ainda mais neste momento onde tantos direitos são tirados de nós.  Vamos aproveitar estes diálogos para reforçar a importância que os sindicatos tem na nossa luta pela manutenção dos nossos direitos.” Ela ainda pediu cautela em relação aos procedimentos do INSS Digital, que passam a ser executados pelos STTR’s. “ É necessário que a atenção seja redobrada, afim de evitar erros e enganos, pois o governo pode se aproveitar de qualquer vacilo nosso para tentar enfraquecer o Movimento Sindical.” Afirmou.
De acordo com as novas regras, a entrevista com o trabalhador está dispensada e para requerer o benefício será preciso firmar o Termo de Declaração do Segurado Especial, que será assinado pelos próprios segurados e também pelos Sindicatos. A Declaração de Exercício de Atividade Rural continua obrigatória. Para formar convicção da atividade rural nos processos previdenciários, o INSS passará a analisar os pedidos de benefícios com base no cruzamento de dados do CNIS, RAIS, GFIP, CAGED, DAP e outros regimes da Previdência.
Fonte e Fotos:Blog Chagas Fotografias



Nenhum comentário:

Postar um comentário