EBENET

EBENET
A sua melhor conexão

MP MOTO PEÇAS

MP MOTO PEÇAS

Dr.Batista

Dr.Batista

SALÃO 5 ESTRELAS

SALÃO 5 ESTRELAS

ÓPTICA LUZ

ÓPTICA LUZ
a luz dos seus olhos

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Rivalidade Flamengo x Corinthians cresceu nas últimas décadas, mas qual deles é o maior?

torcidas 2A capa da Revista Placar de de fevereiro de 1982 causou polêmica com as duas maiores torcidas do Brasil. Com o Flamengo campeão mundial no ano anterior e o Corinthians na Taça de Prata do Brasileiro, disputando para chegar à Taça de Ouro no mesmo ano, a publicação levantava a seguinte questão: por que o Corinthians não era o Flamengo? A pergunta era uma provocação que confrontava o campeão da Libertadores e Mundial com o clube que não ganhava títulos nacionas e internacionais. Algo que continuou nos oito anos seguintes…
Em Libertadores, tudo igual: Flamengo conquistou em 1981 e o Corinthians em 2012 / Foto: Reprodução
Em dezembro de 1990, quando o Timão conquistou seu primeiro título brasileiro, as coisas começaram a mudar. Naquela ocasião, os cariocas já tinham quatro títulos do Nacional, um Copa do Brasil, além dos canecos sul-americano e mundial. Hoje, 25 anos depois, o cenário está bem diferente entre os dois gigantes do futebol brasileiro, adversários neste domingo, às, 17h (horário de Teresina) pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2015.
Flamengo conquistou seis* títulos do Campeonato Brasileiro / Foto: Reprodução
Após aqueles sete títulos, o Rubro-Negro levantou apenas cinco canecos em âmbito nacional. O Alvinegro, por sua vez, fez com que sua torcida comemorasse mais. Na verdade, muito mais. Foram nada menos do que 13 conquistas nacionais e internacionais, que transformaram o patamar do próprio clube e até mesmo perante aos seus adversários. Neste período, a Fiel comemorou a sua primeira Libertadores e o Mundial duas vezes (2000 e 2012).
Fora de campo, o Corinthians também reagiu. O clube construiu sua Arena em Itaquera e tem hoje um dos mais modernos centro de treinamento do Brasil, dois itens que o Flamengo também pretende contar já nos próximos anos.
Corinthians é pentacampeão brasileiro / Foto: Reprodução
O torcedor do time carioca, porém, ainda tem bons argumentos nos debates com os alvinegros de São Paulo. O principal é de que nem nestes 25 anos nem em toda a sua história, o Fla foi rebaixado para a Segunda Divisão do Brasileirão ou de alguma outra competição. O Timão, por sua vez, passou pela Série B em 2008, antes de se reconstruir e arrancar para seus anos mais gloriosos.
Na rivalidade entre os gigantes do país, um assunto segue como tabu: a torcida. A pesquisa LANCE!/Ibope mostra que a Nação segue sendo a maior do país, mas com bem menos vantagem do que já teve para a Fiel no passado. O Corinthians, contudo, argumenta que sua torcida é mais engajada que a massa rubro-negra.
Em 25 anos, muita coisa mudou. E até 2040 outras tantas irão…
COM A PALAVRA: MARCELINHO CARIOCA, EX-CORINTHIANS E FLAMENGO
O Corinthians cresceu violentamente nesses 25 anos, bicampeão mundial, campeão da Libertadores, vai ser campeão brasileiro agora. A marca Corinthians cresceu muito, isso pela exposição, pelas conquistas, é uma marca que ficou extremamente valiosa, número de torcedores do Corinthians cresceu muito no Brasil inteiro, no próprio Nordeste, que tinha muito flamenguista. Tenho certeza que a torcida do Corinthians é a maior do país, maior do que a do Flamengo, que vem de muitos altos e baixos, não conquista coisas há muito tempo. Sou grato ao Flamengo porque me ascendeu para o futebol brasileiro, mas tudo foi como profissional no Corinthians, 432 jogos, quase nove anos de clube, 206 gols, quinto maior artilheiro… Aprendi a ser corintiano de coração, deixei de ser flamenguista, sim.
Marcelinho Carioca jogou nos dois times e diz que o Corinthians é maior até mesmo em torcida / Foto: Reprodução
COM A PALAVRA: CELSO UNZELTE, AUTOR DO ALMANAQUE DO TIMÃO
Corinthians teve até rebaixamento, coisa que o Flamengo não teve. Quando você chega no fundo do poço, só te resta pegar impulso para subir. De 90 para cá não foi só em campo que o Corinthians superou o Flamengo, descontou uma grande porcentagem de torcida que o Flamengo tinha a maioria absoluta. Hoje tem uma torcida mais nacional, não por coincidência há um deslocamento da mídia para São Paulo, com um olhar mais paulista, muito por conta do clube. Na minha época de infância era só Flamengo. A final de 90 foi transmitida pela Band. O Corinthians se nacionalizou como clube. O Corinthians se tornou time nacional, como não era há 25 anos. Deu uma mordida num espaço onde o Flamengo era líder absoluto. Hoje já deu para equilibrar isso. Além do que, a popularidade do Corinthians nos mercados Sul e Sudeste do país facilita a venda de produtos para o Corinthians, por exemplo, pois são regiões mais ricas em termos econômicos. Os rubro-negros são mais pulverizados, tem torcedores que jamais foram num jogo do Flamengo. O Ronaldo esteve entre os dois clubes e escolheu o Corinthians. Mudou o eixo, a mercantilização do futebol no Brasil foi positiva para o Corinthians, que soube potencializar sua marca. Antes o Corinthians era ignorado pela Rede Globo, agora, foi adotado pela emissora. Antes era muito centralizado no Rio.
COM A PALAVRA: ROBERTO ASSAF, AUTOR DO ALMANAQUE DO FLAMENGO
O Flamengo esteve sem dúvida num plano inferior ao do Corinthians nos últimos 25 anos. De 1990 para cá, o clube paulista ganhou mais títulos internacionais e nacionais. É preciso ressaltar que os dois campeonatos mundiais, e é claro, a Libertadores, foram suficientes para dar ao Timão visibilidade bem maior. Vale lembrar também que o Flamengo permaneceu 16 anos, entre 1992 e 2009, sem ganhar o Brasileiro, e fracassou nas sete vezes que disputou a competição sul-americana. As trajetórias de ambos, neste período, não devem ser vistas como um reflexo do comportamento de seus cartolas, pois os clubes, como os demais gigantes, atravessaram administrações quase sempre questionáveis e até polêmicas. A diretoria atual do Fla recebe elogios, mas o time só ganhou efetivamente um título importante, a Copa do Brasil de 2013, no qual a presença da torcida foi absolutamente fundamental. Menos de um mês e o Corinthians vai dar mais um passo à frente do Rubro-Negro, levantando o Brasileiro de 2015. Mas é essencial afirmar que o clube paulista foi obrigado a participar de uma competição da qual o Flamengo sempre escapou, a Série B, permanecendo ao lado de Cruzeiro, Inter, Santos e São Paulo como um dos cinco gigantes que não tiveram o desprazer de disputá-la.

Fonte: Lance

Nenhum comentário:

Postar um comentário