EBENET

EBENET
A sua melhor conexão

MP MOTO PEÇAS

MP MOTO PEÇAS

Dr.Batista

Dr.Batista

SALÃO 5 ESTRELAS

SALÃO 5 ESTRELAS

ÓPTICA LUZ

ÓPTICA LUZ
a luz dos seus olhos

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Jovens vítimas de estupro coletivo em Castelo participam de missa, prestam depoimento e emocionam

missa casteloA Igreja de Nossa Senhora do Desterro, na cidade de Castelo do Piauí, foi palco de mais um capítulo da história das jovens que foram vítimas de estupro coletivo e tentativa de homicídio na referida cidade, situada no interior do Piauí.
No último domingo (18/10), uma missa, com a presença das três sobreviventes emocionou o público presente. Iza, Julinária e Rafaela deixaram o medo e a vergonha e elas mesmo mobilizaram as pessoas, por meio do grupo de jovens denominado “Bote Fé”, para que todos comparecessem à Missa pela vida.
Na celebração, as jovens apresentaram uma mensagem motivacional. Veja:
“Como é bom sentir a presença de Deus nas nossas vidas, saber que Ele está sempre ao nosso lado nos amparando com a sua mão divina! Somos vitoriosas pelo simples fato de estarmos vivas, por ganharmos uma nova oportunidade de todos os dias, conquistar algo novo e de procurar ser melhor em todos os sentidos.
Somos muito agradecidas por todas as vitórias que já alcançamos nas nossas vidas, das mais difíceis àquelas mais simples. A cada vitória nos sentimos mais vivas, mais abençoadas, mais amadas e ainda mais protegidas. A cada vitória temos mais certeza que as próximas batalhas também serão vencidas, o medo já não é mais um obstáculo e é através do amor de Deus que nos sentimos cada vez mais agradecidas!
Não existem palavras suficientes e significativas que nos permitam agradecer à vocês por tudo que fizeram por nós, mas, pedir a Deus que os abençoe sempre e os conserve pessoas generosas como são. Sem o apoio de vocês teria sido tudo bem mais difícil. O que nos resta agora é dizer MUITO OBRIGADA DEUS POR TER COLOCADO ESSAS PESSOAS EM NOSSAS VIDA. Muito obrigada! Com todo nosso carinho e de coração lhes agradecemos, pelo resto das nossas vidas lhes agradecerei.
De suas meninas, Julinária, Iza e Rafaela…”.
O CRIME
Quatro adolescentes e um maior de idade foram capturados pela polícia acusados de serem os autores de vários crimes contra as quatro adolescentes em cima do Morro do Garrote, em Castelo do Piauí. Na ocasião, os acusados estupraram, mutilaram e jogaram as vítimas de cima de uma altura de 10 metros. Uma delas morreu poucos dias depois no HUT.
ACUSADOS
Os quatro adolescentes foram apreendidos no mesmo dia do crime. Um deles identificado como Gleison Vieira, de 17 anos delatou os demais. Os menores foram condenados à 24 anos de internação. Gleison foi morto pelos outros três companheiros poucos dias depois no Centro Educacional Masculino. Já Adão, o maior de idade, foi preso pela polícia alguns dias depois do estupro coletivo. Ele ainda não foi julgado, mas se encontra preso no presídio de Altos (PI). O acusado pode ser condenado até 151 anos de prisão, de acordo com a Promotoria de Justiça do Estado.
PM ENVOLVIDO
A Corregedoria da Polícia Militar do Piauí afastou e investiga o policial Elias Júnior, apontado como um dos suspeitos de ser o mandante do estupro coletivo. O PM é proprietário de uma rádio pirata que é comandada pelos filhos Romário e Ronaldo Mota, além de gerenciar uma empresa de segurança que presta serviços na cidade sem autorização. Ele foi encaminhado para o Quartel do Comando Geral, em Teresina, onde está sendo investigado. O militar já havia sido alvo de investigação da Corregedoria em outras oportunidades.



Fonte: Campomaioremfoco/OOlho
Fotos: Pascom

Nenhum comentário:

Postar um comentário