EBENET

EBENET
A sua melhor conexão

MP MOTO PEÇAS

MP MOTO PEÇAS

Dr.Batista

Dr.Batista

SALÃO 5 ESTRELAS

SALÃO 5 ESTRELAS

ÓPTICA LUZ

ÓPTICA LUZ
a luz dos seus olhos

sábado, 24 de outubro de 2015

Em crise, prefeito de Araripina reduz o próprio salário e adota medidas duras para reduzir despesas

araripina reuniãoO prefeito do município de Araripina, no Pernambuco, Alexandre Arraes (PSB), reuniu a equipe de governo nesta sexta-feira, 23, e anunciou medidas de contenção de despesas, visando equilibrar as finanças da gestão até o início de 2016. De acordo com o gestor, as medidas que visam equacionar receitas e despesas.
Dentre as medidas anunciadas pelo prefeito, estão a redução em 50 % do consumo de combustível dos veículos; a rescisão de 100% dos contratos temporários da Prefeitura e corte de salários e gratificações de servidores comissionados; redução de 20% no consumo de energia elétrica dos órgãos públicos, com desligamento de ar condicionado, redução de lâmpadas por área; redução da frota de veículos locados; e redução de prédios locados à administração municipal.
Eventos culturais do município que seriam realizados até o fim do ano de 2015 também estão cancelados. Alexandre teve que ‘cortar da própria carne’. Até mesmo o salário do prefeito e do vice–prefeito foram reduzidos, suspensão de diárias, e cancelado o pagamento de passagens e despesas com viagens de servidores.
Com as medidas, de acordo com levantamento da Controladoria Geral do Município, haverá uma economia de cerca de R$ 700 mil por mês e de mais de R$ 2 milhões até o fim ano.
Ainda segundo Alexandre Arraes, as medidas estão sendo implantadas para que seja dada a oportunidade de cumprir com todos os compromissos do município relacionados à folha de pagamento de servidores, fornecedores e investimentos.
A reunião contou com a presença dos vereadores Francisco Edivaldo, João Dias e Humberto Filho, Divona, Tião Lacerda e Tico de Roberto (PRB), dos Secretários Municipais, Diretores, Presidentes de Autarquias e Assessores.
Ao se pronunciarem, assessores e vereadores manifestaram apoio à decisão do prefeito e se mostraram dispostos a colaborar com todas as medidas. O prefeito fez um apelo para que, mesmo diante das dificuldades, a equipe busque alternativas para atender as demandas existentes e que, as que sejam prioritárias, não deixem de serem atendidas.


Com informações da Ascom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário