EBENET

EBENET
A sua melhor conexão

MP MOTO PEÇAS

MP MOTO PEÇAS

Dr.Batista

Dr.Batista

SALÃO 5 ESTRELAS

SALÃO 5 ESTRELAS

ÓPTICA LUZ

ÓPTICA LUZ
a luz dos seus olhos

terça-feira, 30 de abril de 2013

Shows encerram festa dos 21 anos de emancipação política de Marcolândia-PI




Robinho ,banda Bota Pra Moer

As bandas Robinho, Bota Pra Moer  ,Gabriel Diniz e Forró Na Farra e Pegada Federal,fecharam em alto astral a programação festiva que a Prefeitura de Marcolândia promoveu, na noite desta segunda-feira 29 de Abril de 2013, para comemorar os 21 anos de emancipação política do município. O prefeito Francisco Pedro de Araújo(Chico Pitu), o Vice-Prefeito Francisco 

Aureliano(Chico Aroeira) e os 

Gabriel Diniz e Forró Na Farra

secretários municipais, junto com convidados e autoridades, a exemplo do deputado estadual Merlong Solano e o Deputado Federal Assis Carvalho,  comemoraram junto com  a população que lotou as imediações do palco, no centro da cidade e toda Avenida Corinto Matos, não apenas a data oficial de emancipação de Marcolândia, mas, sobretudo os avanços que o município obteve nestes primeiros 118 dias da atual gestão que desenvolve um novo projeto político,DESENVOLVIMENTO E AMOR A TERRA.

Marcolândia destaca: Record de Público,  na emancipação política  .O prefeito Chico Pitu,levou sua homenagem aos 21 anos de Emancipação Política e Administrativa e pediu que todos se divertissem  em paz. 


O maior público da festa de emancipação política de Marcolândia  foi registrado na última segunda, as bandas são consideradas a febre do momento e  foram quem atraíram o maior público. 

 As banda cantaram vários sucessos que está na boca do povo, o público dançou e cantou até o dia amanhecer.

Chico Pitu , como é conhecido popularmente, vem realizando em três meses de gestão na cidade o que muitos POLÍTICOS não fizeram em 8 anos. "Um prefeito não administra bem se não tiver pessoas boas ao seu lado que o ajude destacou" .


 Empresários,turistas e a própria população,elogiaram muito a organização e a festa linda preparada para o povo,o público não arredou o pé do centro da cidade onde foi montado o palco,o Prefeito prestigiou toda festa no meio do povo com seu vice,amigos,familiares e militantes.

O trabalho integrado da Polícia garantiu tranquilidade aos que participaram das festividades de Emancipação Política de Marcolândia,a polícia contou com 25 policiais,quatro viaturas e três motocicletas,não foi registrado nem um furto de automóveis ou de motocicletas.A secretária de Saúde disponibilizou  ambulâncias e enfermeiros caso acontecesse algum imprevisto que vinhece precisar dos mesmos. 

A festa da cidade de Marcolândia começou desde as primeiras horas do dia com alvorada, hasteamento das bandeiras,Sessão Solene na câmara Municipal, e logo após foi servido a população um almoço.A noite aconteceu a premiação dos vencedores das atividades esportivas e dos calouros.

Alvorada

Hasteamento das Bandeiras

Hasteamento das Bandeiras

Corte do bolo

Corte do bolo

Sessão Solene na Câmara Municipal

Almoço

Premiação


Atividades culturais foram desenvolvidas durante a noite de 27 de Abril em homenagem ao município, e seus primeiros habitantes,a população teve a honra de prestigiar uma feira cultural que nunca tinha acontecido na cidade.

 Muitas atividades esportivas aconteceram no dia 28 de Abril 2013 como;corrida de cavalo,pau de cebo,quebra pote e jogo de futebol festivo.Segundo o secretário municipal de cultura Jonas de Sousa"essa é uma festa de resgate e valorização da nossa cultura".

E a noite de 28 de Abril a festa se estendeu com as bandas;Monteiro e Banda,Forró Xamego,Kangaia de Luxo e Moleca de Ouro.

"Comemoramos os 21 anos de emancipação política de nossa cidade com muitas atividades que não só alegrou nosso povo,mas,também disponibilizou serviços e entretenimento nas áreas cultural,esportiva e de lazer",disse o Prefeito. O blogueiro e fotógrafo Chagas Fotografias esteve presente durante esses três dias de festas fazedo toda a cobertura e registrando todos os momentos.

  Parabéns Marcolândia pelos seus 21 anos de Emancipação Política.

Matéria e Fotos:chagas Fotografias

 

 

 













segunda-feira, 29 de abril de 2013

Política: veja quem serão os candidatos da eleição suplementar que acontecerá em junho no município de Simões!

O município de Simões terá nova eleição em 2 de junho de 2013 e os partidos de situação e oposição já realizaram suas respectivas convenções. No sábado, 20, em convenção realizada na Câmara Municipal de Simões, a situação lançou seu candidato a prefeito e vice-prefeito. Francisco Dogizete Pereira, mais conhecido como Doge será o candidato da situação, tendo como vice, Luis de Carvalho Morais (PHS), mais conhecido como Neto de Liço Morais. O ex-prefeito Edilberto Abdias e o prefeito interino Pedro Custodio, seguem no apoio à candidatura de Doge. Doge é graduado em matemática e funcionário público há pouco mais de 27 anos. Ele milita pelo DEM e foi secretário de finanças na gestão do prefeito Edilberto Abdias.

Já na chapa oposicionista terá uma mulher como candidata a prefeita, e o nome escolhido foi o da médica Dra. Adelaide (PRTB). Ela terá como companheiro de chapa o vereador Cícero de Getúlio (PMDB). A convenção do grupo oposicionista foi realizada na tarde deste sábado, 20, numa escola municipal de Simões. O prazo para a entrega dos documentos das convenções partidárias bem como de seus respectivos candidatos em Cartório Eleitoral e do requerimento de registro de candidatura, por meio dos partidos ou coligações encerrar-se-á, improrrogavelmente, às 19h desta segunda-feira, 22 de abril de 2013.

 
  Fonte Piaui em Foco

domingo, 28 de abril de 2013

Bola é condenado a 22 anos de prisão pela morte de Eliza Samudio


Bola é condenado a 22 anos de prisão pela morte de Eliza Samudio (© Divulgação TJ-MG)


CONTAGEM – Após seis dias de julgamento, Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, foi condenado, na noite deste sábado, pela morte de Eliza Samudio. Depois de mais de 12 horas de julgamento neste último dia, o júri decidiu que o réu é responsável pelos crimes de assassinato e ocultação de cadáver da ex-amante e mãe de um filho com o ex-goleiro, Bruno Fernandes. A juíza Marixa Rodriguez, a partir da decisão dos jurados, leu a sentença e definiu que o ex-policial cumprirá pena de 22 anos. A magistrada afirmou, durante a leitura, que "houve total confiança de impunidade por parte de Bola".
A juíza ainda ressaltou o fato de Marcos Aparecido dos Santos privar a família de enterrar o corpo de Eliza Samudio. A juíza ainda o classificou como uma pessoa agressiva e impiedosa, com atitude dolosa e com desvio de caráter, com "requintes de crueldade".
Mesmo com a defesa insistindo na ausência de provas contundentes que envolvessem Bola à morte, esquartejamento e ocultação do corpo da vítima, os jurados – três mulheres e quatro homens – entenderam que o ex-policial, preso há cerca de três anos, é responsável pelo ato que deu fim à vida de Eliza, a mando de Bruno.
O responsável pela acusação, defendeu tese que Bola estaria em compasso com Macarrão. Ele revelou com detalhes as várias chamadas telefônicas que os dois condenados fizeram entre eles, principalmente no período de 4 a 10 de junho de 2010, data de início do sequestro de Eliza Samudio e data de seu assassinato. O promotor também amparou sua acusação no depoimento do jovem Jorge Lisboa, que confessou ter presenciado parte do crime e ter visto o que seria a mão de Eliza Samudio em um sacola preta que estava sendo carregada por Bola.
Os jurados não se sensibilizaram pelas apelações da defesa que poderiam estar condenando alguém por falta de provas e que estariam sendo fantoches e marionetes do promotor de Justiça, Henry Wagner.
Por várias vezes, o debate entre acusação e defesa deixou o mérito do julgamento de lado e se tornou uma troca de ofensas. Os termos "canalha, prostitua escarlate, e vagabundo" foram bastante explorados por ambas as partes, além de termos pejorativos. Enquanto o promotor explorou o fato de o advogado de defesa já ter sido suspenso pela OAB por uso de crack, Ércio Quaresma se referiu à vaidade e jovialidade do acusador, dizendo que ele usa "gomalina no cabelo" e que ele teria feito aulas de teatro, chegando até a imitar o seu sotaque.
O promotor não desperdiçou as oportunidades de vincular o caso a uma trama de novela, chegando a relacionar os diversos nomes e apelidos do réu, como Bola, Paulista ou Neném, com a personagem Wanda, Marta ou Djanira, da novela Salve Jorge, da Rede Globo.
Sem se esquecer da falta das provas contundentes, a defesa também tentou desconstruir a cronologia dos fatos apresentados pela acusação no dia do assassinato de Eliza Samudio, dizendo ser impossível Bola ter estado em todos os locais que a acusação disse estar, mas este questionamento não foi suficiente para que os jurados inocentassem Marcos Aparecido dos Santos da responsabilidade dos atos que levaram a ex-amante à morte.
Bola acompanhou todo o julgamento e, durante as falas da defesa, se posicionou de frente à juíza. As vezes que a acusação se referia a ele, abaixava a cabeça e se mostrava desolado. Em algumas vezes, ameaçou chorar, mas logo retomou à posição de braços cruzados que o acompanhou durante todo o dia.
A família de Marcos Aparecido dos Santos acompanhou todo o julgamento e não quis falar com a imprensa.
O advogado Ércio Quaresma, que acusou o interesse do Ministério Público, do Tribunal de Justiça de Minas Gerais nos holofotes da mídia, informou que está feliz com o resultado e que foi feita justiça, mas que irá recorrer da decisão.
O goleiro Bruno Fernandes foi condenado a 22 anos e 3 meses de prisão pela morte da ex-amante Eliza Samudio na madrugada do dia 8 de março de 2013