EBENET

EBENET
A sua melhor conexão

MP MOTO PEÇAS

MP MOTO PEÇAS

Dr.Batista

Dr.Batista

SALÃO 5 ESTRELAS

SALÃO 5 ESTRELAS

ÓPTICA LUZ

ÓPTICA LUZ
a luz dos seus olhos

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Flamengo empata com Racing e decide em casa vaga para as quartas da Libertadores

Em jogo marcado por uma atuação polêmica da arbitragem, o Flamengo empatou com o Racing (ARG) por 1 a 1, em Buenos Aires, nesta terça-feira (24), no jogo de ida pelas oitavas de final da Libertadores. A decisão de quem vai seguir para a próxima fase do mata-mata será definida agora no duelo de volta, no Maracanã, na próxima terça-feira (1º), às 21h30. Os cariocas terão a vantagem de jogar pelo 0 a 0. Uma nova igualdade por 1 a 1 levará a disputa para os pênaltis. Qualquer empate com mais de um gol favorecerá ao Racing. Na Argentina, os donos da casa deixaram o gramado do estádio Presidente Perón na bronca com o árbitro Alexis Herrera, da Venezuela, que anulou dois gols do Racing no segundo tempo. Os dois lances foram checado pelo VAR, que validou as marcações do juiz sem chamá-lo para conferir o vídeo à beira do gramado. Reclamações à parte, Fértoli marcou para os argentinos, enquanto Gabigol empatou para os brasileiros, ambos na primeira etapa. O Racing foi às rede primeiro, aos 12 min, quando Fértoli, que estava sozinho na grande área, recebeu um passe de Fabricio Domínguez. Com uma finalização de primeira, o camisa 7 venceu o goleiro Diego Alves. Apesar do erro, o Flamengo conseguiu reagir apenas dois minutos depois. Bruno Henrique fez uma grande jogada individual pela esquerda e, de trivela, deu passe para Gabigol, na linha pequena área, igualar. A resposta imediata era reflexo do equilíbrio que marcou o primeiro tempo. Lisandro López ainda teve uma chance de marcar de cabeça, mas parou nas mãos de Diego Alves, assim Bruno Henrique também quase anotou, porém acertou o travessão. Na volta do intervalo, o Racing esboçou uma pressão e foi melhor do que os brasileiros, que também tiveram um gol invalidado com Arrascaeta. Vitinho estava em posição de impedimento antes de dar assistência para o uruguaio. Antes do fim jogo, porém, o time carioca ainda teve um jogador expulso, Thuler recebeu cartão vermelho após uma falta dura em Raniero.


Fonte: SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)

Nenhum comentário:

Postar um comentário