EBENET

EBENET
A sua melhor conexão

MP MOTO PEÇAS

MP MOTO PEÇAS

Dr.Batista

Dr.Batista

SALÃO 5 ESTRELAS

SALÃO 5 ESTRELAS

ÓPTICA LUZ

ÓPTICA LUZ
a luz dos seus olhos

segunda-feira, 29 de junho de 2020

Marcolândia-Piauí, Para evitar acidentes na Rua Maria Concebida Costa, devido o mau estacionamento dos veículos, Prefeito Francisco Pedro de Araújo (Chico Pitu) manda interdita-la.


Preocupado com os pedestres que circulam na Rua Maria Concebida Costa onde fica localizado a Lotérica, onde o fluxo de pessoas é grande principalmente em dias de pagamento, o Prefeito Chico Pitu tomou a posição de interdita-la para que assim seja evitado acidentes, pois trata-se de uma rua estreita onde condutores de veículos principalmente de motos estacionam de todo jeito naquelas imediações. Em entrevista ao Blog Chagas Fotografias, o Prefeito Chico Pitu falou que a intenção de interditar a rua é evitar acidentes já que se trata de uma rua muito estreita e de grande movimentação de pessoas que vêm sacar seus benefícios.
“Temos uma responsabilidade muito grande com a segurança de nossa população estamos falando de vidas, não vamos ser imprudentes e deixar que aconteçam acidentes naquela via, minha preocupação é com a segurança do nosso povo, dos nossos idosos, da nossa juventude e de nossas crianças” disse Chico Pitu.
Fonte:Blog Chagas Fotografias



2 comentários:

  1. Deveriam colocar as vias com mão única, ou seja, aquela com sentido a Caldeirão, e a outra, sentido Igreja, ou vice-versa.

    ResponderExcluir
  2. Vias estreitas poderiam passar a ser mão única e ter sinalização adequada. Ter guardas de trânsito etc.
    Existem outros meios para evitar acidentes.
    Se fosse da maneira que esse gestor faz a colocação em sua fala
    muitas cidades do País já teriam usado esse método de interdição de vias públicas para evitar acidentes. Isso é totalmente descabido.
    Se ao menos fosse uma rua onde não houvesse residências, seus moradores não tivessem a necessidade de utilizar garagens e não caussasem tantos transtornos a população seria até aceitável.
    Como não é o caso, classifico isso só como abuso de poder mesmo.

    ResponderExcluir