EBENET

EBENET
A sua melhor conexão

MP MOTO PEÇAS

MP MOTO PEÇAS

Dr.Batista

Dr.Batista

SALÃO 5 ESTRELAS

SALÃO 5 ESTRELAS

ÓPTICA LUZ

ÓPTICA LUZ
a luz dos seus olhos

terça-feira, 7 de julho de 2015

Série A: Flamengo volta a falhar, Figueirense vira aos 48 e vence

Série A: Flamengo volta a falhar, Figueirense vira aos 48 e venceÀ frente do Flamengo na classificação da Série A, o Figueirense foi ao Maracanã na noite deste domingo com a esperança de terminar de uma só vez com dois jejuns — oito anos sem vencer o Rubro-Negro e nenhuma vitória fora de casa neste Brasileirão. Demorou, mas aconteceu. Nos acréscimos do segundo tempo, Fabinho fez o gol da virada e da vitória histórica sobre o Fla. E teve direito a mais uma quebra de tabu, já que o primeiro tento dos visitantes saiu em um gol de falta, que não acontecia desde setembro do ano passado.
Mesmo com um Maracanã longe de sua ocupação máxima, o Fla fez valer o mando de campo e colocou pressão desde o primeiro minuto de jogo. Marcelo Cirino teve duas grandes chances antes mesmo de o cronômetro marcar cinco minutos, um chute cruzado que passou por todo mundo e saiu por pouco pelo lado direito do goleiro Alex, e uma bola de fora da área que explodiu no travessão. O Figueirense só se defendeu, e com dificuldades, levando sufoco do ataque veloz do Rubro-Negro, com muitas jogadas começando com o habilidoso lateral-esquerdo Jorge.
Na metade da primeira etapa, o Alvinegro encaixou a defesa e conseguiu conter o ímpeto inicial dos donos da casa, mas aí faltou se articular melhor no setor ofensivo e segurar mais a bola. A ausência de Clayton foi sentida, ainda mais após Elias sofrer uma torção no tornozelo direito e pedir para sair aos 13 minutos de partida. A primeira e única boa chance dos visitantes foi aos 27 minutos, Rafale Bastos pegou a sobra de um cruzamento de Ricardinho e chutou de primeira da meia-lua, para uma boa defesa de César.
Na volta do vestiário, o Figueirense sofreu novo apagão da defesa, em mais um início acelerado do Rubro-Negro. Logo aos dois minutos, Canteros fez um lançamento nas costas da zaga, mas Alex Muralha chegou antes que Evrton pudesse finalizar de cara par ao gol. Porém, o goleiro tirou as bolas com os pés e a sobra acabou com Alan Patrick, que deu belo drible em Marquinhos e abriu o placar para os donos da casa.
O Figueirense tentou esboçar uma reação, mas não conseguia levar perigo ao gol de César, até que, aos 15 minutos, Everaldo recebeu uma falta muito próximo da área. Ricardinho cobrou no canto esquerdo de César e derrubou o primeiro tabu da noite , já que o Alvinegro não fazia um gol direto de falta desde setembro do ano passado, quando Marco Antonio marcou um dos três gols da vitória sobre o Internacional no Beira-Rio.
Porém, o grande momento ainda estava para chegar. Foi aos 48 minutos do segundo tempo, quando Fabinho recebeu cruzamento redondo de Yago e, sozinho, concluiu de carrinho para o fundo do gol. Além de por fim ao jejum, o resultado coloca o Figueirense na 11ª colocação, a cinco pontos de distância da zona de rebaixamento.
Campeonato Brasileiro – Série A:

Avai 2 – 2 Sport Recife
Goias 0 – 0 Corinthians
Santos 1 – 3 Gremio


Sao Paulo 0 – 0 Fluminense
Flamengo 1 – 2 Figueirense
Internacional 1 – 3 Atletico-MG
Ponte Preta 0 – 2 Palmeiras
Fonte: Diario Catarinense

Nenhum comentário:

Postar um comentário